GOSPEL NEWS

Paulo César Baruk lança novo CD logo no 1º semestre

Fevereiro 15 / 2017
O cantor Paulo César Baruk está animado com o lançamento de seu novo CD. O projeto “Piano e Voz, Amigos e Pertences 2” está pertinho de sair do forno. As canções estão em fase final de mixagem, etapa que consiste no equilíbrio dos planos e timbragem de todos os instrumentos e vozes que irão compor o áudio final.

Os preparativos estão a todo vapor para o lançamento do novo projeto do cantor que contou com a participação de Leandro Rodrigues. O show foi gravado ao vivo no Teatro Ruy Barbosa da Universidade Mackenzie, em São Paulo (SP).

“Piano e Voz, Amigos e Pertences 2” reúne um repertório incrível, com novos arranjos em versão acústica para grandes clássicos da música de louvor e adoração. Alguns destaques desse novo projeto são as canções “Deus, Somente Deus”, Sonda-me”, “Quebrantado” e “Deus Eterno”, com participação especial de sua esposa, Rebeca Nemer.

Também as músicas “Ao Sentir” e “Situações”, com participação especial de Paulo Cezar do saudoso Grupo Logos (antigo Grupo Elo), mais conhecido por canções como “Autor da Minha Fé”. O projeto também virá com duas composições completamente inéditas.

A expectativa é grande para o lançamento, que acontece ainda no primeiro semestre de 2017, pela gravadora Musile Records. “Piano e Voz, Amigos e Pertences 2” estará disponível nas melhores lojas em DVD, CD, Playback e também nas principais plataformas digitais, como Spotify, Deezer, iTunes e Google Play.

Recentemente o cantor publicou em seu canal do YouTube o vídeo de uma nova canção. Trata-se de uma versão em italiano da música “Perdão”, originalmente gravada no disco “Graça”. A canção foi lançada de forma independente, mas pode vir a ganhar uma versão oficial e mais bem trabalhada se houver engajamento do público.

“O meu desejo é que Deus use essa mensagem tão forte que fala a respeito do nosso compromisso com o reino e quando a gente tem 
compromisso com o reino a gente tem que se dispor sim a perdoar. Mesmo contra a nossa vontade. Porque a gente não pode retirar da oração do Pai Nosso, por exemplo, a parte que a gente diz para o Senhor: 'Perdoa as nossas dívidas assim como nós perdoamos aos nossos devedores'”, explicou.

Fonte: iGospel

Categorias : GOSPEL NEWS